please rotate your device

O Criador

tour eiffel createur

Le parisde Jean Paul Paris de Jean Paul Gaultier

Gaultier
Da rua às passarelas: esta é a crença desse iconoclasta que leva a cultura popular aos seus desfiles para restaurar-lhe o seu título de nobreza. E há uma maneira melhor de realizar esta inversão dos códigos do que (re)interpretando espontaneamente as mulheres urbanas que estão ao seu redor? Anônima ou conhecida, a parisiense de Jean Paul Gaultier é acima de tudo plural: ele dedica-lhe mais de uma dezena de coleções... sem nunca largá-la:"A parisiense é a que conheço melhor, mas talvez ainda não a tenha encontrado!"
pigalle createur
fumeuse

Le boudoir O boudoir

Concentrado de feminilidade, o boudoir é o lugar perfeito para questionar a fronteira até então estabelecida entre o masculino e o feminino. Hiperfeminização das mulheres, homens ultramasculinizados ou de saia, Jean Paul Gaultier agita os códigos propondo uma nova interpretação dos looks.
lingerie createur
black createur
pose createur
"Com Jean Paul Gaultier, o mau gosto torna-se tão interessante, ou ao menos tão aceitável, quanto o bom gosto, e vivamente preferível à ausência de gosto." Valerie Steele, diretora do FIT

Le cultedes corps O culto aos corpos

Jean Paul Gaultier observa os corpos e propõe uma visão que transforma nossas referências habituais. Em experimentação constante, ele cria roupas híbridas: um tailleur de uma só peça ou um vestido que se transforma em saia. Sua interpretação iconoclasta nos faz questionar as formas e os códigos que julgávamos conhecer.
le createur
le createur

Jungleurbaine Selva urbana

Eterno curioso, Jean Paul Gaultier alimenta as diferenças. Inspirando-se nas culturas do mundo inteiro, ele cria uma "vila-mundo" viva e aberta onde coabitam de maneira surrealista "Os Rabinos chiques", os samurais" ou ainda "os marqueses tuareg". Numerosas coleções Gaultier são homenagens ao seu amor pela diversidade:"Respeito as individualidades e amo as singularidades."
createur
createur

Metropolis

"No início, eu queria fazer figurinos e cenários para o Folies Bergère." Apaixonado pelas artes desde sua infância, Jean Paul Gaultier faz moda para contar histórias, o que lhe proporcionará muito cedo uma cumplicidade com as estrelas do music-hall. Desde os anos 80, elabora figurinos de filmes, de dança e de teatro que estão entre os mais marcantes do fim do século XX.
createur
createur
createur

Du créateurau couturier Do criador
ao estilista

"Eu sempre quis, tanto em alta costura quanto em prêt-à-porter, criar coleções que pudessem se endereçar às diferentes mulheres, de todos os estilos e de todas as idades." Jean-paul gaultier
logo
jpgif
"Gosto de ver as coisas sob um ângulo inusitado, e questionar o que é esperado". Jean-paul gaultier